Eu quero sexo!

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinrssyoutube

Se manter um segredo antes da internet era difícil, hoje em dia é impossível! Então,  você está amanhece carente, precisando de um aconchego ou algo mais quente, acredita que um aplicativo de Facebook pode ser sigiloso suficiente para te acolher, você vai lá e se inscreve para conhecer pessoas que também estejam na mesma vibe que você e… voilá, Mark Zuckerberg te trai: teu nome aparece em listinha pública pra quem quiser ver.

Não entendeu nada?

sexo-virtual

Era uma vez um app chamado “Bang With Friends” que dizia que “Seus amigos nunca saberão se você está interessado por alguém, a não ser que um deles também esteja”. O brinquedinho que tem por finalidade possibilitar encontros sexuais, na página do Facebook dá um erro e, agora, basta clicar aqui pra saber geral que estava afim de aventurazinhas com pimenta (depois eu que sou pegadora).

Quem confia em rede social? Rede social? Rede social?, cantaria os Três Porquinhos.

A ferramenta tem o objetivo de te colocar público, minha gente. É tipo colocar uma certa vermelha de neon bem em cima da tua cabeça. E tem outra: Internet foi feita pra dar merda. E é merda no ventilador mesmo… Num instante espalha!

Sexo é bom, todo mundo quer, mas é feito peido que todo mundo dá, mas torce o nariz quando sente o cheiro do outro, como se não fizesse. E se você for casado? Ai que tu perdeu mesmo o direito de peidar! Se é pra ser segredo, não conta pra ninguém e, principalmente, não se joga pelos sites da vida. Sempre (cedo ou tarde) dá ruim. E deu.

Só uma dica pra uns amiguinhos meus que tem o aplicativo: tem dois de vocês que eu cato, hein. Me liga!

Ah, tá. Agora podem ir lá. Cliquem pra matar curiosidade de quem dos seus amigos também queriam dar uma pulada de cerca, uma rapidinha, etc. Nem precisa agradecer a divulgação, hein.

The following two tabs change content below.

Fernanda Freitas

Carioca da Gema, nascida no Estácio, criada no subúrbio. Aquariana. Portadora de inquietude criativa. Organização para o trabalho. Desorganização no armário. Língua afiada. Ama tecnologia. Detesta futebol. Mulher em seus múltiplos segmentos: mãe, filha, irmã, apaixonada, jornalista, produtora, assessora, blogueira, guerreira, mas cuidado: Sou um docinho até que azedo!

Latest posts by Fernanda Freitas (see all)

One comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *